Controladoria e PF atacam desvios e conluio de empreiteiras com prefeitos no Cariri

Controladoria e PF atacam desvios e conluio de empreiteiras com prefeitos no Cariri

Foto: Divulgação/CGU

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União e a Polícia Federal deflagraram nesta quarta, 21, no Ceará, a Operação Bricolagem, para desarticular a atuação de um grupo criminoso. Segundo a Controladoria, empresas e executivos se organizavam para fraudar licitações em municípios cearenses, notoriamente na Região do Cariri.

A Operação Bricolagem consiste no cumprimento de 15 mandados de busca e apreensão nos municípios cearenses de Fortaleza, Granjeiro, Juazeiro do Norte, Aurora, Várzea Alegre e Caririaçu. A ação mobiliza oito auditores da CGU e 60 policiais federais.

A investigação partiu de denúncia que atribuía a um prefeito ‘a atuação de forma direta e decisiva na execução de obras públicas, em acordo com as construtoras contratadas, mediante a devolução de valores pagos àquelas’.

Entre as fraudes levantadas, segundo informou a Controladoria, estão o uso de empresas aparentemente de fachada, cuja participação em licitações servia como espécie de ‘cobertura’ ao processo de contratação.

A intenção era dar aspecto de legalidade a certames já direcionados. “A atuação ocorria em conluio e de forma simultânea em diversas localidades”, destacou a Controladoria.

A força-tarefa confirmou, ainda, movimentação financeira anormal de dinheiro em nome dos investigados, com destaque para o recebimento de valores milionários por parte das empresas. Também houve pagamento pela prestação de serviços que não se realizaram, com uso de verbas do Programa Nacional de Transporte Escolar (PNATE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *